IMAGINE A DOR ADIVINHE A COR 

@imagineadoradvinheacor

É um chamado para que você se junte a nós e se posicione de forma contundente contra a violência policial praticada pelo Estado e imposta aos jovens, sobretudo quando negros e periféricos.  

A ação reúne dezenas de organizações não governamentais, movimentos sociais e representantes da sociedade civil. 

Há um genocídio em curso em nosso país e não podemos naturalizar a violência praticada pelo Estado.  O número de pessoas mortas pelas polícias é crescente e equivale ao de países em guerra.  Em 2020, durante o primeiro ano de pandemia, em que parte considerável da população estava em isolamento, tivemos um crescimento assustador: estima-se que mais de 75% das vítimas foram pessoas negras e a porcentagem é ainda maior em alguns estados.  Para além das estatísticas aferidas em inúmeros relatórios e monitoradas por diversos grupos, as mortes causadas pela violência do Estado impactam todo o tecido social e, sobretudo, a história de milhares de famílias. 

Esses dados nos falam sobre sonhos bruscamente destruídos, sobre a dor indescritível de mães, pais e irmãos, que em muitos casos ainda esperam por justiça e por reparação do Estado. 

É imperativo que se reconheçam as violações, para que nunca mais aconteçam, nunca mais se repitam e nunca, nunca mais vitimem outras famílias. 

Essa é a luta, bandeira e farol desta ação que reúne dezenas de organizações não governamentais, movimentos sociais e representantes da sociedade civil. 

Agora convidamos você a participar – precisamos nos abraçar de forma coletiva e combater a conivência e passividade da sociedade em relação a toda essa violência praticada pelo Estado. 

 

Seja um escudo. Proteja seu irmão e sua irmã. 

Junte-se a nós! 

"Enquanto houver racismo, não haverá democracia." 

 

instituições Parceiras da Campanha 

342 Artes Associação Brasileira de Imprensa - ABI Associação Rede Rua - Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Lindo  - CDHEP Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos Centro Santo Dias de Direitos Humanos da Arquidiocese de SP Comissão Arns Comissão de Direitos Humanos OAB/SP Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB/SP Comissão Justiça e Paz SP Conectas Direitos Humanos Fórum em Defesa da Vida Fórum de Investigações Poéticas Fundação Tide Setubal Gastronomia Periférica Grupo de Estudos e Pesquisas de História Oral e Memória/GEPHOM da EACH Grupo de Estudos Sobre Violência e Administração de Conflitos GEVAC UFSCar Instituto Brasileiro de Ciências Criminais - IBCCRIM Instituto das Irmãs de Santa Cruz Instituto de Defesa do Direito de Defesa Instituto Terra, Trabalho e Cidadania - ITTCI Instituto Vladimir Herzog Mães de Maio Não Somos Alvo Núcleo de Defesa de Direitos Humanos da população em Situação de Rua Pastoral da Educação Regional Sul 1 Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de SP Prerrogativas Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio Samba Negras Em Marcha Sou da Paz Uneafro



 

Os recursos obtidos com a venda dessa camisetas são revertidos para a produção de novas camisetas e há duas modalidades de apoio 

 

Preço Sugerido da Camiseta 

R$ 60,00

 

Preço de Apoio: com a Compra da Camiseta parte renda é  revertida para a Campanha TEM FOME DE COMER*

R$ 75,00 

 

*O que é a campanha TEM GENTE COM FOME 

Para fazer a contingência da pior crise humanitária dos últimos tempos no Brasil, a Coalizão Negra Por Direitos, em parceria com a Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Ação Brasileira de Combate às Desigualdades, 342 Artes, Nossas - Rede de Ativismo, Instituto Ethos, Orgânico Solidário, Grupo Prerrogativas e Fundo Brasil, mobilizam suas forças para lançar a campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia de Covid-19.
 

www.temgentecomfome.com.br

 


Tabela de medidas: 

tabela de medida CLASSIC

Imagine a Dor Advinhe a Cor [preta]

R$60,00
Imagine a Dor Advinhe a Cor [preta] R$60,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

IMAGINE A DOR ADIVINHE A COR 

@imagineadoradvinheacor

É um chamado para que você se junte a nós e se posicione de forma contundente contra a violência policial praticada pelo Estado e imposta aos jovens, sobretudo quando negros e periféricos.  

A ação reúne dezenas de organizações não governamentais, movimentos sociais e representantes da sociedade civil. 

Há um genocídio em curso em nosso país e não podemos naturalizar a violência praticada pelo Estado.  O número de pessoas mortas pelas polícias é crescente e equivale ao de países em guerra.  Em 2020, durante o primeiro ano de pandemia, em que parte considerável da população estava em isolamento, tivemos um crescimento assustador: estima-se que mais de 75% das vítimas foram pessoas negras e a porcentagem é ainda maior em alguns estados.  Para além das estatísticas aferidas em inúmeros relatórios e monitoradas por diversos grupos, as mortes causadas pela violência do Estado impactam todo o tecido social e, sobretudo, a história de milhares de famílias. 

Esses dados nos falam sobre sonhos bruscamente destruídos, sobre a dor indescritível de mães, pais e irmãos, que em muitos casos ainda esperam por justiça e por reparação do Estado. 

É imperativo que se reconheçam as violações, para que nunca mais aconteçam, nunca mais se repitam e nunca, nunca mais vitimem outras famílias. 

Essa é a luta, bandeira e farol desta ação que reúne dezenas de organizações não governamentais, movimentos sociais e representantes da sociedade civil. 

Agora convidamos você a participar – precisamos nos abraçar de forma coletiva e combater a conivência e passividade da sociedade em relação a toda essa violência praticada pelo Estado. 

 

Seja um escudo. Proteja seu irmão e sua irmã. 

Junte-se a nós! 

"Enquanto houver racismo, não haverá democracia." 

 

instituições Parceiras da Campanha 

342 Artes Associação Brasileira de Imprensa - ABI Associação Rede Rua - Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Lindo  - CDHEP Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos Centro Santo Dias de Direitos Humanos da Arquidiocese de SP Comissão Arns Comissão de Direitos Humanos OAB/SP Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB/SP Comissão Justiça e Paz SP Conectas Direitos Humanos Fórum em Defesa da Vida Fórum de Investigações Poéticas Fundação Tide Setubal Gastronomia Periférica Grupo de Estudos e Pesquisas de História Oral e Memória/GEPHOM da EACH Grupo de Estudos Sobre Violência e Administração de Conflitos GEVAC UFSCar Instituto Brasileiro de Ciências Criminais - IBCCRIM Instituto das Irmãs de Santa Cruz Instituto de Defesa do Direito de Defesa Instituto Terra, Trabalho e Cidadania - ITTCI Instituto Vladimir Herzog Mães de Maio Não Somos Alvo Núcleo de Defesa de Direitos Humanos da população em Situação de Rua Pastoral da Educação Regional Sul 1 Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de SP Prerrogativas Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio Samba Negras Em Marcha Sou da Paz Uneafro



 

Os recursos obtidos com a venda dessa camisetas são revertidos para a produção de novas camisetas e há duas modalidades de apoio 

 

Preço Sugerido da Camiseta 

R$ 60,00

 

Preço de Apoio: com a Compra da Camiseta parte renda é  revertida para a Campanha TEM FOME DE COMER*

R$ 75,00 

 

*O que é a campanha TEM GENTE COM FOME 

Para fazer a contingência da pior crise humanitária dos últimos tempos no Brasil, a Coalizão Negra Por Direitos, em parceria com a Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Ação Brasileira de Combate às Desigualdades, 342 Artes, Nossas - Rede de Ativismo, Instituto Ethos, Orgânico Solidário, Grupo Prerrogativas e Fundo Brasil, mobilizam suas forças para lançar a campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia de Covid-19.
 

www.temgentecomfome.com.br

 


Tabela de medidas: 

tabela de medida CLASSIC